Associação Cultural Humaitá

Agbegbe fun ijosin ti orisá ati Umbanda
Mediunidade na Umbanda

São chegados os tempos, dizem-nos de todas as partes, marcados por Deus, em que grandes acontecimentos se vão dar para regeneração da Humanidade.” (Capítulo XVIII, item 1 – “A Gênese” – Allan Kardec.)

São chegados os tempos sim. Mas creio que ainda não estamos em marcha ascensional. Já me disse um irmão de caminhada: “antes de melhorar, é preciso piorar muito.”

Mediunidade é coisa santa. É mecanismo de intercâmbio entre nossos dois mundos: Visível e invisível, e existem espíritos para todo tipo de comunicação, desde aquelas mais sérias, até as mais chulas que se possa imaginar.

O desenvolvimento da mediunidade na Umbanda, pelo menos a Umbanda que conheço desde meus primeiros dias de vida nesta terra, onde já acumulo pouco mais de 40 janeiros, se dá de maneira gradual, lenta, com responsabilidade, cuidados com o aparelho mediúnico, que é por demais sensível, sem pressa e sem incutir animismos tolos no médium. Mediunidade precisa de concentração, boa dose de estudos, preces, e uma vontade inquebrantável de servir.

Francisco Cândido Xavier, o nosso querido Chico Xavier, um exemplo de sacerdócio da mediunidade nestes tempos, homem excepcional, contando com todas faculdades mediúnicas presentes em sua estada aqui na terra, não prescindiu de seu desenvolvimento mediúnico, nem dos estudos e da disciplina. Lembram da famosa frase de seu Guia “Emmanuel”? “Disciplina, disciplina, disciplina.”

Sim meus irmãos, o desenvolvimento mediúnico na Umbanda exige disciplina, estudo, e também que se purifique seu íntimo, reformule seus antigos conceitos religiosos e se porte de acordo com o que dele esperam os sagrados Orixás, pois serão estes que ampararão daí em diante.

A Umbanda tem por objetivo primeiro o auxílio espiritual, e estimular o despertar da consciência religiosa nos médiuns e em todos aqueles que a ela recorrem. Desenvolver a mediunidade na Umbanda não é para preguiçosos, se você tem a mania de “atalhos”, escolha outra forma de desenvolver, pois na Umbanda, se decepcionará.

Axé!

1 comentário em “Mediunidade na Umbanda

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.