Associação Cultural Humaitá

Agbegbe fun ijosin ti orisá ati Umbanda

Laroyê aos guardiões da Umbanda!

Informações iniciais:

Seculo: 21

Ano: 2021

Pais: Brasil

Estado: RS

Cidade: Arroio do Sal

Pessoa atendida: uma mãe e seus dois bebês

Dia: 14 de janeiro

Com estas orientações iniciais, começo o texto! Foi bem assim: em pleno século 21, ano de 2021, férias de janeiro, com a praia de Arroio do Sal lotada de turistas, veranistas e festas, que tudo aconteceu…

E aconteceu em segredo, em silêncio, porque a caridade praticada por socorristas se faz assim, não è?

Mas para o bem da boa gramatica, não se tratavam de simples socorristas! Não! Eram Pajés! Isto mesmo, Pajés! Literalmente Pajés! E tem mais graduação ainda: eram Pajés da Umbanda!

Além da Alta Graduação de Caciques, estavam devidamente orientados por Ifá para a missão a ser atendida naquele início de noite.

Enquando 99,9999999% da população de Arroio do Sal estava em ritmo de férias, os dois Pajés não! Depois de um dia de muito trabalho e de muita carga espiritual, havia ainda mais um socorro a ser realizado.

E aqui um parêntese, que até mereceria um outro texto: os efeitos magnéticos da energia espiritual sobre o corpo humano, sobre o aparelho mediúnico com o passar dos anos. Imaginem a carga energética direcionada no corpo do medium, em seu cérebro, em seus olhos, e demais órgãos?! O corpo do humano, com o passar dos anos, sente o impacto…

Bom, voltando! E naturalmente caridosos, sem pensar em si mesmos, ou na filha que ficaria em casa, cansada e faminta pelo dia de trabalho numa loja, ou na própria casa e na Terreira do Sete Raios, lá foram eles!

Mas em pleno século 21, ano de 2021, nossos Pajés não estavam peladões, ou tapados de penas, cocares, parecendo o ex deputado Juruna! Naoooo! Vestidos de calças jeans e tênis, com seus smartfones, foram até a casa da mãezinha com seus dois bebês com um Citroen C3…

E repito, porque tem que ser repetido e as vezes até desenhado: enquanto nós estávamos com os pés sobre o sofá, eles estavam numa sexta-feira socorrendo uma mãe e seus pequenos filhos, gratuitamente, desinteressadamente, invisíveis, silenciosamente, e com os olhos cheios dágua!

Fazem por Amor ao próximo; fazem por Amor a Umbanda; fazem pela Caridade que lhes é inerente ao Espírito anterior a carne! Porque quando encontramos um humano bom, estamos diante de um espírito que fora bom e veio bom.

Enfim, sempre o Amor!

Bom, para quem ainda não sabe quem são os Pajés que estou falando, me refiro aos Caciques Pai Michael de Oxalá e Mãe Andreia de Xangô!

Eles são os Pajés! Eles são os socorristas invisíveis e silenciosos! Eles são aqueles que cuidam da Casa do Sete Raios, filho de Xangô, e do Pedra Negra!

Assim como a Legião dos Servos de Maria socorre nossos irmãos espíritos nos Planos Inferiores, Michael e Andreia, da Legião de Oxalá e Xangô, socorrem irmãos humanos aqui na Terra, como a já referida jovem mãe e seus dois filhos…

Que Pai Oxalá, Pai Xangô e o Pedra Negra mantenham nossos Pajés sob seus mantos sagrados, orientados sempre por Ifá!

Sarava a todos!

José Augusto da Cunha Meira.

2 comentários sobre “Pajés de 2021!

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.